Cotrijal e Coagrisol firmam acordo de intercooperação

Parceria prevê atuação conjunta em diversas áreas, compartilhamento de informações e otimização das estruturas logísticas, entre outras ações     |     Danton Júnior / CP

Duas das principais cooperativas agropecuárias do Rio Grande do Sul, a Cotrijal, de Não-Me-Toque, e a Coagrisol, de Soledade, formalizaram ontem uma aliança estratégica de intercooperação. A parceria foi consolidada durante coletiva de imprensa, em Passo Fundo. A aliança irá possibilitar, por exemplo, a atuação conjunta nas áreas de negócios e tecnologias, a sinergia na aquisição de insumos agrícolas, a otimização logística e o compartilhamento de informações e estudos.

Segundo o presidente da Cotrijal, Nei Manica, o diálogo entre as duas cooperativas teve início em 2020 buscando formas de levar mais oportunidades ao produtor associado e reduzir custos. “Vamos começar a trabalhar com uma política só, com as duas cooperativas se fortalecendo”, disse o dirigente. O presidente da Coagrisol, José Luiz Leite dos Santos, ressaltou que a intercooperação terá início já nesta quinta-feira. “As duas cooperativas vão se fortalecer, comprar e tentar vender em conjunto”, adiantou. Somado, o faturamento das duas cooperativas deve ultrapassar os R$ 5 bilhões em 2021, segundo Santos.

O presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Rio Grande do Sul (FecoAgro/RS), Paulo Pires, classificou o momento como histórico para o cooperativismo gaúcho. “É um modelo inovador”, afirmou. “A competitividade vai vir com o aumento da ‘musculatura’”, acrescentou. A Cotrijal está presente em 32 municípios gaúchos, enquanto que a Coagrisol tem associados em 28 municípios.

GAUDÉRIO NEWS TV